Desenvolvedor de aplicativo

Renda extra online criando aplicativos

Tempo estimado de leitura: 9 minutos

Você já parou para pensar se fosse possível construir uma máquina de fazer dinheiro? Isso seria incrível e com certeza poderia te ajudar a pagar as contas e sair do vermelho em 2024. 

Por enquanto, ainda não temos as instruções para essa máquina. Mas podemos te ajudar nessa missão de conseguir uma graninha extra em 2024. O melhor de tudo é que você pode fazer isso do conforto do seu lar, usando apenas o seu computador. 

Neste artigo vamos te ensinar como ganhar renda extra criando apps no code. Fique tranquilo, pois você não precisa saber programar para criar esses aplicativos. Basta conhecer as plataformas no code e você estará pronto para desenvolver apps incríveis, sem escrever uma linha de código.

Nesse momento você pode estar se perguntando: como a criação de apps pode te gerar uma renda extra? Saiba que é possível monetizar os seus apps de várias formas e é isso que você vai aprender aqui.

Ficou curioso? Então continue lendo e descubra como ganhar dinheiro com aplicativos sem saber programar.

Dicas para ter renda extra criando apps sem código

Mulher usando telefone enquanto aprende

Se você ainda não conhece o universo de programação sem código, fique tranquilo. Existem muitas maneiras de aprender sobre no code e, aqui no nosso blog, temos diversos artigos que te ensinam isso. 

Agora vamos te dar dicas de como ter uma renda extra com a criação de no code apps! Vamos lá?

Crie um app inovador

Aqui no blog nós já te explicamos como criar um aplicativo com ou sem código

O primeiro passo é pensar em um app inovador que realmente seja necessário para as pessoas ou empresas. Seu aplicativo deve resolver um problema real dos seus usuários, oferecer uma experiência única e se diferenciar da concorrência.

Mas como fazer isso? Você deve começar pesquisando seu público-alvo, as tendências de mercado e quais os segmentos que mais se adequam as suas habilidades. 

Por exemplo, se você tem afinidade com a prática da meditação, é um bom caminho para iniciar. Se pergunte: “o que falta no momento em que eu estou meditando? Será que um app poderia solucionar essa falta?”.

Durante essa reflexão você pode perceber que sente falta de um bloqueador de notificações. Ou seja, um app que bloqueia tudo que não se relaciona com a prática de meditação. 

Nesse momento você chegou em um produto, o próximo passo é pesquisar e analisar se ele será viável. Então, você deve se perguntar:

  • Qual é o tamanho do mercado potencial para o seu app?
  • Quem são os seus concorrentes diretos e indiretos?
  • Quais são os diferenciais e as vantagens competitivas do seu app?
  • Quanto você vai cobrar pelo seu app e qual é o seu modelo de monetização?
  • Como você vai divulgar e promover o seu app para o seu público-alvo?
  • Quais são os recursos técnicos e financeiros necessários para desenvolver e manter o seu app?
  • Quais são os riscos e as incertezas envolvidos no seu projeto?

O importante é ser sincero ao responder essas perguntas e não ter medo de recomeçar todo o processo. Pesquise, se informe, faça questionários online para avaliar o interesse do público. Tire um tempo para checar a viabilidade desse app! 

Venda o app na loja de aplicativos 

Com o app pronto, chegou o momento de começar a vendê-lo nas lojas de aplicativos. E como isso funciona? Primeiro, você precisa publicar o seu app nas principais lojas, como a Google Play Store e a Apple App Store. 

Depois disso, é necessário definir um preço justo e competitivo para o seu app. Leve em conta o valor que ele entrega, o público que ele atinge e a concorrência que ele enfrenta

Uma vantagem de colocar seu app no catálogo das lojas de aplicativos, é que é possível ter uma renda recorrente. A cada novo download, uma parte do valor pago pelo usuário chega até você. 

É necessário pagar uma comissão para a loja de aplicativos, que pode variar de 15% a 30% do valor do seu app.

Faça um app no code e ofereça sua assinatura

Outra opção, além de vender o app na loja de aplicativos, é oferecer a sua assinatura. Dessa forma é possível ter uma renda extra previsível, pois o usuário paga uma taxa mensal ou anual para ter acesso ilimitado ao seu app e aos seus recursos.

É muito simples fazer isso, você só precisa definir um plano de pagamentos e assinaturas atrativo e rentável, que tenha um preço adequado e que ofereça benefícios exclusivos. 

Usando essa estratégia, é importante manter o seu app atualizado e relevante, pois o usuário pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.

Use o freemium 

O freemium é uma forma muito popular de conseguir ganhar dinheiro com os aplicativos. Mas como ele funciona? O usuário tem o download gratuito do seu app, mas ele só funciona parcialmente. Para usar todos os recursos, tem que pagar.

Vamos voltar ao exemplo do app que bloqueia notificações no momento da meditação.

Na versão free, o usuário pode ter acesso a esse serviço por apenas 20 minutos no dia. Mas, caso ele medite por mais tempo e queira continuar usando essa funcionalidade, precisará se tornar um assinante mensal ou anual do serviço. 

Usando esse modelo de negócio, você pode aumentar o número de downloads do seu app, pois o usuário não tem que pagar para baixar. Por outro lado, é possível que tenha uma baixa conversão de usuários gratuitos para usuários pagos, pois o usuário pode se contentar com a versão gratuita ou não ver valor na versão completa.

Coloque publicidade no seu app 

Já aconteceu com você de estar usando um app e aparecer um anúncio de jogos, lojas ou produtos? Pode parecer meio inconveniente para o usuário, mas é uma boa forma de ganhar dinheiro com apps

Para implementar essas publicidades, você precisa escolher uma plataforma compatível, que ofereça anúncios relevantes e que pague bem. Vale destacar que é muito importante colocar esses anúncios de forma que o usuário não se sinta incomodado ou invadido.

Algumas plataformas de publicidade que você pode usar são:

  • Adsense: plataforma de publicidade do Google, que exibe anúncios baseados no conteúdo do seu app e nos interesses do usuário;
  • Admob: plataforma de publicidade móvel do Google, que exibe anúncios de texto, imagem, vídeo e intersticiais no seu app;
  • Facebook: plataforma de publicidade do Facebook, que exibe anúncios de imagem, vídeo e carrossel no seu app.

Faça parcerias 

Em qualquer negócio, ter parcerias é um passo fundamental para o crescimento. No caso dos apps no code, é importante encontrar plataformas que tenham um público semelhante ao seu. Além disso, observe se tem uma boa audiência e uma proposta de valor complementar à sua. 

Outra forma de estabelecer parcerias, pode ser com permuta de serviços. Permuta é quando você troca o seu serviço de criador no code pelo serviço de outra pessoa ou empresa, sem envolver dinheiro. 

Por exemplo, você pode criar um aplicativo no code para um influenciador digital em troca de divulgação do seu app para os seguidores.

Tenha patrocinadores

Nem todo mundo vai conseguir começar na jornada de criação de apps com um patrocinador. Mas saiba que essa é uma boa opção a ser estudada, pois nesse caso você recebe um valor fixo ou variável de uma empresa ou de uma pessoa para promover o seu app.

Uma dica é encontrar empresas ou pessoas que tenham interesse em associar suas marcas ao seu app. No caso do app de meditação, você pode achar patrocinadores que tenham a ver com o tema, como lojas de produtos naturais, academias de yoga, clínicas de terapias alternativas, etc.

Lembre-se de mostrar o valor e o potencial do seu app, apresentando dados como o número de downloads, usuários ativos e avaliações positivas. Você também precisa negociar um contrato de patrocínio claro e vantajoso para seu negócio.

Ofereça seus serviços de criador no code

Uma vez que você tenha aprendido como desenvolver apps no code, é possível trabalhar com isso de forma mais esporádica. Por exemplo, você pode divulgar o seu trabalho nas redes sociais e sites de freelancers.

Dessa forma você pode encontrar pessoas ou empresas que precisam de soluções no code e estão dispostas a pagar por esse serviço. Nosso conselho é definir um portfólio de apps que mostre a sua qualidade e a sua versatilidade. 

Além disso, busque oferecer um preço justo e competitivo pelos seus serviços.

Crie apps encomendados pelos clientes 

A última dica para ganhar renda extra é a criação de apps encomendados pelos clientes. Você pode desenvolver apps personalizados de acordo com as especificações e as necessidades dos seus clientes.

Se for seguir por esse caminho, invista em um briefing bem detalhado e não tenha medo de conversar e fazer perguntas ao seu cliente. 

É muito importante que você compreenda as necessidades para evitar refazer o trabalho. Você também precisa oferecer um suporte e uma manutenção pós-entrega e garantir a satisfação do seu cliente.

Criar apps é muito fácil com a No-Code Start-Up!

Com a No-Code Start-Up, você aprende a desenvolver aplicativos robustos sem a necessidade de se preocupar com códigos. 

Saiba mais sobre nossos cursos que podem ajudá-lo. 

Conheça nosso curso Bubble gratuito para criação de aplicativos!

Outra opção é o curso de FlutterFlow.

Não deixe para amanhã, venha surfar a onda No-Code com a gente!

Mais Artigos Blog No-Code Start-Up:

plugins premium WordPress
pt_BRPT

Super Lançamento

NoCodePRO

Todas Formações NoCode StartUp em uma única assinatura

Comece 2024 com o pé direto no maior ecossistema NoCode no Brasil! Aproveite a super oferta de lançamento!